O papel das Santas Casas e Hospitais Beneficentes no universo da saúde pública e privada no Brasil necessita ser definitivamente convalidado pela sociedade e internamente, a fim de que a tradição de mais de 500 anos continue a se traduzir em atendimento com excelência à população, geração de emprego e renda. O impacto dos relacionamentos de nossas entidades na cadeia produtiva de valor precisa ser compreendido, defendido e entendido como fundamental nos não só nos grandes centros como também nas mais longínquas comunidades.

           É com esse espírito que o 26º Congresso de Presidentes, Provedores, Diretores e Administradores Hospitalares de Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo objetiva tratar o tema central: “Interdependência: Reduzindo fraquezas, Aumentando as Forças”. Complementado pela realização dos Fóruns Técnicos e demais ações de integração, o evento é de suma importância e contará com a presença das equipes técnica administrativa, operacional e clínica, líderes, gerências, mesa diretora, conselhos de administração e fiscal, gestores públicos, membros da comunidade e estudantes.

          Nossas entidades vêm avançando destacadamente na governança corporativa, como única forma de enfrentamento das dificuldades financeiras impostas por sérios desequilíbrios no modelo de remuneração por nossos serviços. É preciso, entretanto, avançar mais e mais...

           Não estamos isolados no universo da saúde brasileira;  administrar a interdependência entre os processos de trabalho internos e externos, é uma grande oportunidade de crescimento. O desafio será substituir práticas cotidianas que valorizam os achismos, os amadorismos e a complacência com erros, por saudáveis modelos de gestão focados na eficiência e na eficácia.

Acreditamos que é no debate, na reflexão e pelo domínio do conhecimento que poderemos promover as mudanças necessárias para que as Santas Casas e Hospitais Beneficentes tenham condições de alavancar seus padrões de prestação de serviços e permanecerem vivas no competitivo e complexo ambiente da saúde hospitalar.