Pré-Congresso

Dia 09 de maio – quarta-feira

Pré-Congresso
8h00 às 9h30
Sala 1 – Filantropia

Congresso

Dia 09 de maio – quarta-feira

Congresso
09h45 – 17h30
9h45 às 10h15 – Abertura Oficial
10h15 às 17h30

Tema: Gestão Espiritualizada: Inspirando Ações nos Hospitais Filantrópicos

“A ciência não é só compatível com a espiritualidade; é uma profunda fonte de espiritualidade.”  (Carl Sagan)

Ao ter como missão a gestão de uma organização de saúde, nossas lideranças vivem um desafio gigantesco, maior do que simplesmente gerenciar um negócio comum. Sim, só o fato de ter que proporcionar um conjunto de ações e práticas voltadas para melhorar a saúde da população já nos remete a um plano de atividades e tarefas diferenciado.

Praticamos nas entidades filantrópicas muito mais do que as questões técnicas e operacionais, pois está no nosso DNA aquilo que nos mantém firmes na caminhada institucional que constituiu a complexidade no servir, contribuir e agregar valor, ou seja, é a Espiritualidade que nos norteia e sublinha as nossas posturas.

No nosso ambiente, não curamos e não recuperamos simplesmente aqueles que nos procuram: buscamos dar verdadeiras lições de vida mostrando em todos os momentos como é fundamental conduzir as ações de saúde inspiradas espiritualmente pela fé e pela crença nos mais valiosos preceitos da solidariedade.

Exercitando o respeito, vamos aproximando pessoas aos nossos negócios e reforçamos que praticar a Espiritualidade facilita a preservação da vida visto que somos energias vibrantes e lidamos com a tênue dádiva de vivenciar a beleza humana que incluiu as etapas do nascer ao morrer, sendo fundamental o olhar humano no outro humano para que o ciclo virtuoso se renove.

10h15 às 11h00 – Relatos da Saúde: Uma Visão Jornalística
Palestrante: Graziela Azevedo - Saiba mais​

11h00 às 11h30 – Debate

11h30 às 12h30 – Cuidado Além da Gestão
Palestrante: Monja Coen Roshi - Saiba mais​

12h30 às 14h00 – Almoço

14h00 às 15h00 – Comportamento Organizacional: Análise de Tendência, Cenários e Liderança

15h00 às 15h30 – Debate

15h30 às 16h00 – Coffee-Break

16h00 às 17h00 – Engajamento do Bem: Como as Marcas Podem Melhorar a Imagem e Fortalecer os Valores da Empresa
Palestrante: Carmela Borts - Saiba mais

17h00 às 17h30 - Debate

 

Dia 10 de maio – quinta-feira

8h30 às 17h30

Tema: Reinventando Práticas e Ações nos Hospitais: A Criatividade Como Fator de Crescimento

“O segredo da criatividade está em dormir bem e abrir a mente para as possibilidades infinitas. O que é um homem sem sonhos?” (Albert Einstein)

Estamos diante de uma das mais ricas fases da história moderna. Possivelmente os próximos anos nos trarão uma série enorme de contribuições criativas para que a gestão em todos os níveis possa se apoiar em novas lógicas de pensamento.

Tem sido notável no ambiente da saúde reconhecer isto e mais desafiador ainda: apropriar-se dessas contribuições. Esse é um dos grandes desafios que essa nova ordem mundial está nos impondo. Ter a coragem de mudar, de abandonar zonas de conforto e criar novos padrões.

Temos cada dia menos recursos e mais desafios que muitas vezes nos aprisionam, paralisam ou nos colocam numa posição estática. Precisamos voltar a ter pensamentos livres de preconceitos e atitudes meramente repetitivas ou viciantes que são desfavoráveis à Criatividade. Mudar hábitos não acontece num simples estalar de dedos, requer exercitar o ócio criativo e isso muitas vezes necessita ser estimulado.

Quantas vezes deixamos de ouvir opiniões, inclusive aquelas que gritam dentro de nós e que poderiam ser soluções criativas para determinado desafio? Por preconceito? Ausência de apoio? Ou por permanecer olhando para o ontem sem viver o presente e projetar o futuro?

8h30 às 9h30 – O que fazem as organizações para se manter referência aos seus concorrentes?
9h30 às 10h00 – Debate
10h00 às 10h30 – Coffee Break
10h30 às 11h30 – Apresentação de dois Cases
11h30 às 12h30 – Afinal, como promover a criatividade nas organizações?
12h30 às 14h00 – Almoço
14h00 às 15h00 – Painel: Startups na Saúde
15h00 às 15h30 – Debate
15h30 às 16h00 – Coffee- Break
16h00 às 17h00 – Tema - Mudando os Paradigmas de Gestão na Saúde
17h00 às 17h30 - Debate

 

Dia 11 de maio – sexta-feira

8h30 às 12h00

Tema: A Inovação Como Ferramenta de Diferenciação no Ambiente da Saúde

“Inventar é imaginar o que ninguém pensou; é acreditar no que ninguém jurou; é arriscar o que ninguém ousou; é realizar o que ninguém tentou. Inventar é transcender.” (Santos Dumont)

Uma das verdades mais prevalentes no mundo dos negócios é aquela que diz que “não é o novo que assusta, é o medo do desconhecido”. De fato, ao tornar o “novo conhecido”, as empresas e seus colaboradores passam a incorporar novos atributos, novos instrumentos, modernas ações que vão inspirando outras mais.

Nesse sentido, os insights são os combustíveis para que aquilo que estava na esfera construtiva da criatividade, muitas vezes, imaginativa, seja materializado com a implementação das soluções e, assim, possamos usufruir dos benefícios da Inovação de um novo produto ou serviço ou a ressignificação de ambos.

Essa tem sido a tônica no ambiente da saúde, e que instiga a todos nós que temos a responsabilidade na condução dos negócios nos nossos hospitais. Negar essas contribuições teria o mesmo efeito se no passado tivéssemos negligenciado a descoberta da penicilina ou a proteção dos antibióticos ou continuar fechando não apenas os olhos, mas a mente e a alma para as tecnologias e possibilidades de mudança. 

Conhecer as inovações, ler seus contornos, e incorporá-las nas nossas instituições é um dos nossos mais desafiadores papéis em um cenário que promete ser mais empreendedor a cada dia, rompendo com os paradigmas e ciclos viciosos que ainda permeiam a gestão de serviços de saúde.

8h30 às 9h30 - Design Thinking: Ferramenta de Inovação para Empreendedores

9h30 às 10h – Debate

10h00 às 11h30 - Inteligência Artificial: Auxiliando Decisões, Gerenciando Riscos e Salvando Vidas
Palestrante: Marcos Watanabe - Saiba mais​
Palestrante: David Dias - Saiba mais​

11h30 às 12h00 – Debate

12h00 às 12h30 – Encerramento com sorteio de brindes

Fóruns

11 Fóruns Técnicos

Os Fóruns Técnicos acontecerão nos dias 8, 9 e 10 de maio e foram pensados para ampliar o conhecimento técnico dos participantes, inclusive com a apresentação de casos que servirão de base para auxiliar na tomada de decisão em seus serviços de saúde.

Participantes das diretorias dos hospitais, administradores e lideranças setoriais assim como os assessores jurídicos, assessores de imprensa, contadores, relações publicas, médicos, nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros, gestores de pessoas, compradores, tecnólogos, colaboradores e estudantes terão a oportunidade de relacionamento com os principais profissionais e lideranças do setor.

Horários: 9h00 às 18h00
Coffee-break: 11h00 às 11h30
Almoço: 13h00 às 14h30
Coffee-Break: 16h00 às 16h30

Dia 08 – terça-feira

1. Gestão de Finanças e Custos

Gerir custos tem sido inegavelmente uma das maiores preocupações dos gestores hospitalares. Com o aumento da complexidade das suas operações, os nossos hospitais têm necessitado de ferramentas mais amplas e que trabalhem também com foco na rentabilidade.

Neste fórum, os congressistas conhecerão as tendências mais promissoras na gestão de custos e de resultados, com destaque para a abordagem proporcionada pelo DRG, que vem trazendo resultados expressivos às organizações de saúde que o adotaram.

Cuidar do financeiro das organizações de saúde requer um olhar ampliado, pois com os recursos cada vez mais escassos, necessitamos ter controles rígidos, negociação com as fontes pagadoras e fornecedores bem como estabelecer as premissas estratégicas com as devidas orçamentações.

Envolver as equipes, parceiros e demais stakeholders nos objetivos, perspectivas e metas, assegurará que estejam engajados e comprometidos com a sustentabilidade econômica da entidade.

2.Nutrição e Farmácia

O que estamos fazendo em Nutrição e Farmácia Hospitalar que precisa ser aprimorado? Qual é a nossa atitude em relação às não-conformidades nesses processos? Como os serviços de nutrição e farmácia impactam nos resultados assistenciais e otimização de recursos?

Baseados nas evidências demonstradas pelos processos de Acreditação Hospitalar, teremos a oportunidade de debater e aprender com a “fotografia” dos procedimentos atuais que apontarão as possibilidades de melhoria nos nossos hospitais. Será abordada a estreita relação entre os profissionais dessas duas áreas essenciais e como essa integração pode propiciar resultados surpreendentes para os pacientes, sem aumento de custos para os serviços de saúde.

Os participantes deste fórum terão a oportunidade única para conhecer as inovações em Farmacoeconomia e Gastronomia Hospitalar que poderão ser implementadas em suas organizações de saúde. Serão apresentadas práticas exitosas para otimizar recursos, reduzir despesas e ter um diferencial competitivo.

3.Sistema de Gestão

Os eixos da eficácia passam necessariamente pela engenharia dos sistemas como também pelo domínio das competências. É com esse foco que serão trabalhadas as contribuições neste fórum.

Desde o atendimento básico até os mais complexos, toda a dinâmica da gestão hospitalar requer ferramentas ágeis e eficientes, e que integrem todos os processos. Nossos Administradores irão necessitar cada vez mais de instrumentos com essa formatação, para fazer frente aos desafios da gestão hospitalar haja vista o conjunto de operações complexas e que exigem agilidade, segurança e qualidade.

Por outro lado, os operadores desses processos precisam estar qualificados permanentemente para trabalharem com suas lógicas de condução e análise. Somente pelo domínio das competências é que se consegue operar, manter e desenvolver sistemas moduláveis e adaptáveis às mais variadas condições ditadas pela ambiência dos negócios, cada vez mais mutante.

 

Dia 09 – quarta-feira

4. T.I. e Inovações Tecnológicas

A Inovação tem sido intensa no ambiente da Saúde Hospitalar. Os modelos de integração de inteligências, tanto no cenário acadêmico como no empresarial, vêm colocando à disposição das nossas lideranças generosas contribuições.

Em um panorama de acentuadas inovações, as novas tecnologias proporcionam ganhos de tempo, reduzem custos, promovem interações entre especialistas, melhoram a performance das equipes. Estar sensível e ter um olhar voltado para esses aplicativos e ferramentas inovadoras, é a postura requerida por aqueles que se comprometem com melhorias permanentes.

Neste fórum, nossos congressistas terão contato com modelos inovadores que já ultrapassaram os limites das simples ideias. São modelos testados e aprovados em instituições como as nossas.

5.Jurídico

O ambiente da Saúde Hospitalar Filantrópica viu crescer nos últimos anos um intenso processo de regulamentações, e consequentemente, de interpretações dúbias e conflitantes.

O resultado era inevitável: crescimento acelerado da judicialização e a exigência natural de que nossos hospitais passem a ter um novo modelo de gestão no Departamento Jurídico, capaz de acompanhar todas essas mudanças e ser proponente de ações e defesas com sólidas fundamentações.

Mais ainda: em situações em que os conflitos vêm sendo mais agudos, as práticas atuais sugerem o compartilhamento de informações, discussões conjuntas e atuação em rede para superar os desafios que nos são interpostos. 

Atenção especial também será dada neste fórum para as recentes mudanças na área trabalhista, e as suas naturais implicações jurídicas no ambiente hospitalar.

6.Compras e Suprimentos Hospitalares Sustentáveis

Todos os esforços internos na busca da sustentabilidade podem ficar comprometidos se as organizações hospitalares não dispuserem de instrumentos e posturas eficazes nos momentos da aquisição dos seus insumos, particularmente aqueles que compõem as curvas “A” e “B”.

As plataformas de compras eletrônicas que entraram para ficar no nosso ambiente, associadas às parcerias e aos compartilhamentos, têm sido instrumentos eficazes nesse processo de busca de rentabilidade.

Neste fórum, traremos novas contribuições para nossos gestores ampliando o campo de descoberta com novas oportunidades de ganhos.

Foco especial será dado às possibilidades das “Compras Conjuntas”, considerada como de grande potencial para a redução dos custos de aquisição, revisão de processos e impacto na operação de saúde, tendo no “Strategic Sourcing” a base para a otimização e maximização nos resultados econômicos.

7.Governança Médica

Ter uma Governança Médica alinhada com os diversos setores do hospital e com um olhar para os desafios de um futuro já presente, será a tônica deste fórum.

Nesse sentido, rever o papel do Corpo Clínico em processos sensíveis como a alta responsável e a criação do Plano Diretor de Medicina, com seus impactos no Planejamento Estratégico, são alguns dos seus focos.

Um dos grandes desafios da gestão hospitalar está centrado no entendimento do papel das Diretorias Clínica e Técnica, visando o alinhamento da operacionalização dos serviços com as necessidades, limites e exigências para manutenção das atividades.

A programação reservará amplo espaço para análise da contratação de empresas médicas e seus reflexos como também no papel dos médicos hospitalistas e os conceitos da medicina sustentável.

A governança médica está intimamente ligada aos resultados desejados no planejamento institucional, impactando na cadeia produtiva nos hospitais.

Palestrantes: Marcia Martiniano de Sousa e Sa

Aguardem demais confirmações!

Dia 10 – quinta-feira

8.Qualidade e Segurança do Paciente

Sabidamente essa é uma das áreas que vem requerendo maior atenção das instituições de saúde hospitalar. Tendo a questão ética como eixo central, girar os processos e métodos de forma a garantir o cumprimento rigoroso dos protocolos clínicos, tem sido o desafio das lideranças para garantir à sociedade que ela pode dispor de instituições confiáveis e seguras.

Neste fórum teremos a visão fotográfica dos principais problemas que agridem esse compromisso institucional, a visão da ONA – Organização Nacional de Saúde, dos profissionais de saúde e a visão do paciente, visto como o agente principal e cliente final de todos os processos desenvolvidos.

Essas três visões permearão os debates e servirão para uma abordagem construtiva, pois não existe mais espaços para o isolamento e a cultura do medo, sendo fundamental trazer à mesa os desafios para estabelecer as relações de confiança na prestação de serviços de saúde.

9.Gestão de Pessoas

Estamos vivenciando uma das maiores transformações na relação laboral no país. A reforma trabalhista recentemente aprovada, trará no curto e médio prazo, profundas mudanças na relação contratual. Nossas instituições ficarão com maior liberdade de movimentos na busca de profissionais qualificados e com maiores possibilidades de manutenção das suas equipes.

Na mesma dimensão, serão desafiadas a buscarem modelos novos que estimulem os seus colaboradores a se engajarem e a se comprometerem mais intensamente com os objetivos institucionais.

O desenvolvimento dos times requer olhares ampliados que perpassam as qualificações técnicas; logo, devemos ter o ser humano e suas complexidades como foco de atenção para estruturar as equipes de trabalho. Portanto, novas formas de contratação, de avaliação de desempenho e estimulação de ambientes saudáveis são essenciais para que os resultados sejam alcançados.

Neste fórum, traremos a discussão tanto de aspectos legais quanto motivacionais. Conheceremos novas experiências e tendências, incluindo a espiritualidade como fator de estimulação de bons princípios éticos e comportamentais.

10.Comunicação

Temos dedicado muito dos nossos esforços no aperfeiçoamento dos padrões de relacionamento institucional com nossas comunidades. Sem dúvida, esse direcionamento tem sido importante e válido para a construção da imagem dos hospitais. Já abordamos em outros encontros os desafios relacionados à gestão de crises de imagens, bem como o avanço das redes sociais.

Em 2018, o objetivo do fórum será o debate sobre a Comunicação Interna, e sobre ações voltadas diretamente ao público interno, mas que sem dúvida, refletem na imagem institucional do hospital e demais serviços de saúde. Portanto, precisamos ampliar, discutir e encontrar caminhos para fortalecer a relação com as equipes, mas também promover discussões em relação ao impacto da imagem institucional no ambiente externo.

Vamos abordar a comunicação e sinalização visual nos hospitais, apresentar cases de sucesso de comunicação com os colaboradores, pois são eles que estão mais próximos dos clientes e muitas vezes os deixamos a margem das informações.

Nossos assessores de imprensa, profissionais de marketing, relações públicas, gestores, porta-vozes, secretaria, recursos humanos e diretorias estão convidados a participarem deste fórum para debaterem com os especialistas convidados os avanços na comunicação, que são desafios constantes, e que podem ser apoiados em ferramentas e aplicativos tecnológicos.

11.Contabilidade

As melhores práticas contábeis devem acompanhar ad hoc as mudanças que são impostas por regulamentações e legislações em todos os níveis. E essas mudanças tem tido grande velocidade nos últimos anos no país.

Subvenções, convênios, emendas parlamentares, doações, incentivos fiscais, e outras rubricas, vêm provocando e instigando os nossos contabilistas a buscarem as mais adequadas interpretações que protejam as instituições.

A Estruturação contábil e fiscal digital também sugerem debates e informações sobre as práticas que vêm sendo adotadas, sem esquecer da Prestação de Contas aos órgãos de controle, uma etapa que requer observância fiel aos regulamentos, destacando  que serão abordadas as exigências contábeis para a renovação da CEBAS – Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social.

Neste fórum, teremos contato com especialistas e veremos cases onde os resultados vêm sendo comprovados como perfeitamente ajustados aos preceitos legais e normativos.